Como funciona o arrendamento mercantil e como funciona?

Muitas pessoas ao serem questionadas se conhecem o arrendamento mercantil podem responder que nunca sequer ouviram falar disso. Será mesmo? E se dissermos que a maioria de nós não só sabemos bastante sobre arrendamento mercantil, mas como utilizamos em algum momento da nossa vida, e talvez milhares ainda utilizam nesse exato momento!

Se você quer então conhecer o arrendamento mercantil, como funciona e como se caracteriza esse tipo de processo financeiro, continue com a gente no artigo abaixo!

Como realmente funciona o arrendamento mercantil?

O arrendamento mercantil pode parecer um processo bastante complexo à primeira vista, mas é bastante simples! Aliás, o nome arrendamento mercantil é o modo como é conhecido e formalizado nas leis de nosso país, mas o nome pode variar bastante de lugar para lugar e em inglês é conhecido como leasing.

Como realmente funciona o arrendamento mercantil
Fonte/Reprodução: original

De qualquer forma, esse tipo de processo se caracteriza pelo seguinte: ao invés de determinada empresa ou instituição financeira vender de uma vez um bem ou serviço para outra empresa ou pessoa física, ela adquire o bem e serviço para si mesma e então por meio de contrato permite que seu cliente usufrua do produto ou serviço por um tempo estipulado.

Todas essas informações devem estar no contrato e serem previamente acordadas e suas definições respeitadas ao máximo.

O que é o arrendamento mercantil?

Você já conseguiu identificar algumas situações comuns de arrendamento mercantil em nossa vida cotidiana? Se você pensou no aluguel então tem toda razão! O aluguel de imóveis é um dos tipos de arrendamento mercantil mais comum em nosso país e ele é um perfeito exemplo de como esse tipo de processo é feito!

Com as explicação podemos ver que o arrendamento mercantil se caracteriza por 3 elementos: a empresa denominada arrendador, um cliente denominado arrendatário e a coisa ou serviço que é arrendado. Esse processo deve ser sempre levado muito a sério e feito com acordos bastante claros, pois qualquer tipo de dúvida a respeito desse serviço pode acabar sendo desastroso no futuro.

Outra diferença bastante tradicional no arrendamento mercantil é a diferença entre o financeiro e o operacional. Enquanto no primeiro o arrendatário tem intenção de conseguir a posse do serviço ou do bem no final do contrato, no segundo esse interesse não existe ou ao menos não está sendo exercido. Essa diferença é crucial e deve já ser acordada no início do contrato.

Quem pode fazer arrendamento?

Para participar de um arrendamento mercantil é muito fácil! Basta ser maior de idade e ter o valor monetário solicitado pela instituição arrendadora. Também é necessário sempre se encaixar no contrato firmado e ter ciência de que a quebra do contrato pode resultar em inúmeros problemas, inclusive o cessar imediato do uso do objeto ou serviço que foi arrendado. Então muito cuidado!

Como fazer um arrendamento mercantil?

Fazer um arrendamento mercantil também é bastante simples! Basta procurar alguma empresa que trabalhe como arrendadora e solicitar seus serviços, mediantes aos meios legais e se possível até mesmo com um advogado.

Como comentamos, o modo mais tradicional do arrendamento mercantil em nosso país é o aluguel de imóveis, mas ele não é o único. Outro tipo de arrendamento mercantil muito famoso é o arrendamento de carros e outros meios de transportes.

Como fazer um arrendamento mercantil
Fonte/Reprodução: original

Os acordos variam bastante de empresa para empresa e você deve ter sempre em mente que é à empresa que pertence à posse daquele produto por hora.

Agora que já sabe o que é um arrendamento mercantil faça acordos dessa modalidade com muito mais cuidado e atenção buscando os contratos mais vantajosos

Leia também:

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.