Confira o passo a passo para criar o seu CNPJ

Primeiramente, será preciso discernir qual o formato do negócio no qual deseja abrir, e ter uma noção de faturamento. Ou seja, se os valores forem inferiores a R$ 60.000 estarão encaixados como Microempreendedor Individual.

As profissões  autônomas e as demais prestações de serviços precisam da entrega de notas fiscais.

Quais os próximos passos para criar o CNPJ?

O CNPJ para MEI é mais simples e se resume apenas em uma única etapa: formalizar a empresa no Portal do Empreendedor. A partir do momento em que realizar esse processo, será gerado o CNPJ e o comprovante será emitido diretamente no site da Receita Federal.

CNPJ LTDA 

Para realizar os processos mais complexos e gerar a emissão, será necessário fazer a contratação de um contador. Outro passo de extrema relevância é a definição do CNAE.

O segundo passo serve para definir a natureza de seu negócio, dentre outros documentos. A natureza jurídica somente diz respeito ao regime do seu negócio, e se está dentro da constituição da empresa, isto é, se é composto pela Sociedade LTDA, Anônima ou Empresário Individual.

Confira o passo a passo para criar o seu CNPJ
Fonte/Reprodução: Original

O regime tributário serve para determinar a carga de tributos no qual será necessário pagar. O contrato social equipara-se à certidão de nascimento de um negócio. Após isso, é preciso definir como deverá ser a base do CNAE.

Para o terceiro passo, será importante solicitar a criação do perfil jurídico no site da Receita Federal. Com todos os passos acima realizados, é necessário solicitar a criação do CNPJ. A Receita Federal dá a alternativa de realizá-lo tanto online quanto de maneira presencial. Os documentos devem ser levados junto.

Ter um contador é de extrema importância na realização de todos esses processos, pois haverá toda uma agilidade no trabalho. Um profissional da área faz muita diferença nos processos, reduz riscos e evita futuras dores de cabeça.

O que seria o CNPJ?

O CNPJ possui informações de cadastros de determinadas entidades de administração tributária da União, estados, Distrito Federal e Municípios. O Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica atua de forma semelhante a um CPF para as pessoas físicas, já que é um documento essencial para a identificação da empresa antes de começar a exercer as atividades ligadas ao mercado.

Leia também:

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.